Radiologia Brasileira - Publicação Científica Oficial do Colégio Brasileiro de Radiologia

AMB - Associação Médica Brasileira CNA - Comissão Nacional de Acreditação
Idioma/Language: Português Inglês

Vol. 54 nº 5 - Set. / Out.  of 2021

ARTIGOS ORIGINAIS
Print 

Page(s) 289 to 294



A relação entre a carga de doença de corpo inteiro e lesão primária medida em estudos de 18F-FDG PET/CT como um indicador prognóstico em câncer de pulmão não pequenas células avançado

Autho(rs): Felipe Renê Alves Oliveiraa; Allan de Oliveira Santosb; Mariana da Cunha Lopes de Limac; Ivan Felizardo Contrera Torod; Thiago Ferreira de Souzae; Bárbara Juarez Amorimf; Aristoteles Souza Barbeirog; Elba Etchebehereh

PDF English

Texto em Português English Text

Descritores: Fluordesoxiglicose F18; Tomografia por emissão de pósitrons/métodos; Tomografia computadorizada/métodos; Carcinoma pulmonar de células não pequenas/diagnóstico; Sobrevivência; Carga tumoral; Carcinoma pulmonar de células não pequenas/mortalidade.

Keywords: Fluorodeoxyglucose F18; Positron-emission tomography/methods; Tomography, X-ray computed/methods; Carcinoma, non-small-cell lung/diagnosis; Tumor burden; Carcinoma, non-small-cell lung/mortality.

Resumo:
Objetivo: Avaliar se a carga metabólica tumoral do corpo inteiro medida na tomografia por emissão de pósitrons/tomografia computadorizada com 18F-fluordesoxiglicose (18F-FDG PET/CT) é um indicador prognóstico em pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP) em estágio avançado (estágio III ou IV).
Materiais e Métodos: Avaliamos, prospectivamente, a carga tumoral na 18F-FDG-PET/CT de estadiamento em pacientes com CPCNP avançado. Os parâmetros avaliados do tumor primário (tu) e do corpo inteiro (wb) (incluindo o primário) foram: SUV máximo (wbSUVmax e tuSUVmax), volume metabólico tumoral (wbMTV e tuMTV), glicólise total da(s) lesão(ões) (wbTLG e tuTLG), além das seguintes razões: wbSUVmax/tuSUVmax, wbMTV/tuMTV e wbTLG/tuTLG. Os parâmetros medidos na 18F-FDG-PET/CT, variáveis clínicas e patológicas foram correlacionados com a sobrevida global (SG) e a sobrevida livre de progressão (SLP).
Resultados: 18F-FDG-PET/CT foi realizada em 52 pacientes (tempos mediano/médio de sobrevida = 11,0/11,7 meses). A SLP mediana foi de 9,6 meses e a SG foi de 11,6 meses. Houve correlação significativa da wbTLG (hazard ratio [HR] = 1,001; intervalo de confiança de 95% [IC 95%]: 1,000–1,001; p = 0,0361) e wbTLG/tuTLG (HR = 1,705; IC 95%: 1,232–2.362; p = 0,0013) com a SG. Na análise multivariada, a razão wbTLG/tuTLG associou-se independentemente com a SG (HR = 1,660; IC 95%: 1,193–2,310; p = 0,0027).
Conclusão: A razão wbTLG/tuTLG é um indicador prognóstico independente de SG em CPCNP avançado.

Abstract:
Objective: To determine whether the whole-body tumor burden, as quantified by 18F-fluorodeoxyglucose positron-emission tomography/computed tomography (18F-FDG PET/CT), is a prognostic indicator in advanced (stage III or IV) non-small cell lung cancer (NSCLC).
Materials and Methods: This was a prospective study in which we evaluated 18F-FDG PET/CT staging parameters to quantify tumor burdens in patients with stage III or IV NSCLC. The following parameters were evaluated for the whole body (including the primary tumor) and for the primary tumor alone, respectively: maximum standardized uptake volume (wbSUVmax and tuSUVmax); metabolic tumor volume (wbMTV and tuMTV); and total lesion glycolysis (wbTLG and tuTLG). To determine whether the 18F-FDG PET/CT parameters were associated with overall survival (OS) and progression-free survival (PFS), we evaluated the wbSUVmax/tuSUVmax, wbMTV/tuMTV, and wbTLG/tuTLG ratios.
Results: 18F-FDG PET/CT was performed for staging in 52 patients who were followed for a median of 11.0 months (mean, 11.7 months). The estimated median PFS and OS were 9.6 months and 11.6 months, respectively. In the univariate analysis, OS was found to correlate significantly with wbTLG (hazard ratio [HR] = 1.001; 95% confidence interval [95 CI]: 1.000–1.001; p = 0.0361) and with the wbTLG/tuTLG ratio (HR = 1.705; 95% CI: 1.232–2.362; p = 0.0013). In the multivariate analysis, only the wbTLG/tuTLG ratio was independently associated with OS (HR = 1.660; 95% CI: 1.193–2.310; p = 0.0027).
Conclusion: The wbTLG/tuTLG ratio is an independent prognostic indicator of OS in advanced-stage NSCLC.


 
RB RB RB
GN1© Copyright 2021 - All rights reserved to Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem
Av. Paulista, 37 - 7° andar - Conj. 71 - CEP 01311-902 - São Paulo - SP - Brazil - Phone: (11) 3372-4544 - Fax: (11) 3372-4554